Eh!Filmes

#Fica a Dica! por elisa Tolomelli | Pose

Hoje vamos inaugurar uma coluna semanal, que irá ao ar todas as terças-feiras, chamada “Fica a Dica!”, em que eu darei dicas de séries com um olhar um pouco diferente do que de costume: valorizando os aspectos da produção das obras.

A minha #1ª dica é:

POSE (EUA, 2018) – Disponível na NETFLIX

Criada por Ryan Murphy, Steven Canals e Brad Falchuk

Sinopse: Em 1987 em Nova York, Blanca, uma frequentadora de bailes LGBTQ, acolhe como filhos um dançarino talentoso e uma trabalhadora do sexo apaixonada por um cliente yuppie.

 

Como sempre falo – e quem acompanha meu canal no YouTube sabe – o ponto de partida para um produtor decidir realizar um produto audiovisual é a paixão pelo roteiro, a vontade de contar determinada história. E Pose, definitivamente, traz uma história que precisa ser contada!

Inspirada no documentário Paris Is Burning (1990) e ambientada na cidade de Nova York no final da década de 80 e início da década de 90, a série apresenta a realidade da comunidade LGBTQIA+ afro-americana e latina com a cultura ballroom, uma espécie de baile que representava um espaço de acolhimento, um lugar seguro para essas pessoas que viviam à margem da sociedade.

Com uma representação impecável da época, direção de arte caprichada e figurinos extravagantes, a série apresenta um grande valor de produção. É interessante pontuar que, para uma reconstrução de época, o trabalho é muito extenso e ocorre em várias etapas. É necessário realizar uma pesquisa minuciosa de objetos, figurinos, expressões, gírias próprias da época e do grupo representado, músicas, comportamentos. Em obras com esta característica, estudiosos, pesquisadores, membros da comunidade retratada são contratados para prestar consultorias. No caso de Pose, Hector Xtravaganza, ícone da ballculture dos anos 80, prestou este serviço, trazendo credibilidade à obra.

Para demonstrar como não é uma tarefa fácil, as figurinistas Lou Eyrich (parceira de Murphy em suas outras produções) e Analucia McGorty fizeram uma viagem de trailer de Santa Fé até Minneapolis, buscando roupas vintages pelos brechós dos Estados Unidos para montar o incrível figurino da série.

Outro aspecto muito importante de Pose é a coerência entre personagens, atores e equipe. Ao tratar da temática LGBTQIA+, especificamente da comunidade afro e latino-americanas, o produtor teve a responsabilidade de montar uma equipe diversa e representativa. São 140 pessoas LGBTQIA+, incluindo escritores, cineastas e produção; e tem ainda o maior elenco transgênero da história da televisão mundial, formado por mais de 50 pessoas, incluindo as que trabalham na frente e atrás das câmeras. O elenco é predominantemente negro, sendo brancos apenas três atores fixos da série, o que traz muita consistência à obra, justamente por manter esta coerência entre a história que precisa ser contada e a maneira como de fato se conta.

Vejo aqui uma semelhança com a forma que busco o elenco dos filmes que produzo. As atrizes MJ Rodriguez, Indya Moore, Dominique Jackson, Hailie Sahar e Angelica Ross foram escolhidas para serem protagonistas em uma seleção que durou cerca de seis meses. Todas são mulheres trans, interpretando personagens muito próximas às suas próprias realidades. Desde o meu primeiro filme, A Menina do Lado, em que “descobri” a Flávia Monteiro, passando pelo elenco de surfistas reais de Manobra Radical; Vinícius de Oliveira em Central do Brasil; os 250 atores selecionados para o Cidade de Deus; e Valentina Sampaio em Berenice Procura – atriz transgênero interpretando uma personagem transgênero; valorizo a vivência do ator no universo retratado para trazer naturalidade e veracidade à obra.

Por fim, Pose traz uma questão incomum, que demonstra seu total engajamento pela causa que retrata e evidencia a paixão do produtor pelo projeto (que certamente é elemento primordial de qualquer obra de sucesso): segundo a revista VOGUE, todo o lucro da série será revertido para a comunidade trans. O dinheiro será investido em bolsas universitárias, proteção aos jovens e programas de saúde com foco na prevenção do vírus HIV.

 

Gostou do conteúdo?

Quer saber mais sobre Produção Audiovisual?

Conheça o meu canal no YouTubetem vídeo novo toda 5ª feira!

Me siga nas redes sociais: Instagram Facebook

Para mais #fica a dica, fique ligado aqui no blog!

 

Download Best WordPress Themes Free Download
Download WordPress Themes Free
Download Best WordPress Themes Free Download
Free Download WordPress Themes
udemy course download free
download redmi firmware
Download WordPress Themes Free
free download udemy course